segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Programação FASE TV - De 30 de agosto a 05 de setembro






PROGRAMAS PRODUZIDOS PELA FASE TV:

· Programa ARTE & CULTURA

Tema: Mestre Valentim

o Valentim da Fonseca e Silva, o Mestre Valentim, foi um dos principais artistas do Brasil colonial. Com múltiplos talentos, trabalhou como escultor, entalhador, arquiteto e urbanista. Filho de um fidalgo português e de uma escrava brasileira, Mestre Valentim nasceu em 1745, em Serro, Minas Gerais, mas desenvolveu a maior parte de sua obra no Rio de Janeiro. Ele foi autor do projeto original do primeiro parque da cidade, o Passeio Público, que inaugurou o conceito de jardim aberto à população nas Américas. As esculturas sacras de Mestre Valentim tinham como característica principal os traços bem brasileiros. Ele também foi o primeiro a introduzir animais e plantas nacionais na temática artística. O Arte & Cultura conversa com Maria Luíza Salgado, a Dona Maísa, responsável pela restauração de uma das principais obras sacras de Mestre Valentim: a Igreja da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo, no Centro do Rio de Janeiro. Foi ela quem descobriu uma série de trabalhos do artista em Petrópolis. O programa também entrevista o cineasta Ricky Ferreira, que está preparando um documentário sobre Mestre Valentim.

Arte & Cultura – Segunda, 21h30

Terça, 20h

Quarta, 20h30

Quinta, 22h30

Sábado, 17h

Domingo, 20h30


· Programa EM QUESTÃO

Tema: Radiologia Forense.

o A radiologia é um importante instrumento para o diagnóstico de doenças. Mas a tecnologia também pode ser utilizada em outras áreas, além da saúde. É o caso da Radiologia Forense, aplicada na identificação de crimes e vítimas de acidentes. O Em Questão conversa com o professor de radiologia José Milton de Castro Brito sobre a utilização das imagens radiológicas para o esclarecimento de fatos de interesse da justiça.

Em Questão: Segunda, 20h

Terça, 21h30

Quarta, 22h30

Quinta, 21h30

Sexta, 22h

Sábado, 14h30

Domingo, 13h e 22h30


· Programa MINUTO FASE

Tema: Medicalização da Saúde.


o O exagero no uso de medicamentos é hoje um problema ambiental e de saúde. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o uso racional de remédios prevê a prescrição da droga mais apropriada para a condição clínica do paciente, na dose adequada e pelo período de tempo necessário. Além disso, outras formas de promoção da saúde devem ser levadas em conta na definição da terapia a ser utilizada. O episódio mostra o simpósio sobre o assunto realizado na FMP/Fase, com a participação de profissionais de saúde e estudantes.

Minuto Fase: Nos intervalos, ao longo da programação.


· Programa FAIXA INTERATIVA – Em Questão
Tema: Igualdade Racial


o A política de cotas nas universidades, a aprovação do Estatuto da Igualdade Racial e a aplicação da lei 10.639 que determina a obrigatoriedade do ensino da História da África e da cultura afrodescendente nas escolas. As conquistas e barreiras enfrentadas pelo movimento negro nos últimos anos foram debatidas pelo Em Questão com o Vice-presidente do Conselho de Promoção da Igualdade Racial de Petrópolis, Pedro Fernandes.


Faixa Interativa: Diariamente em três horários: 7h, 12h e 19h


· Programa AO REDOR

Tema: Patrimônios da Humanidade /UNESCO - Agricultura Urbana/Haiti – CODEX ALIMENTARIUS

o A 37ª reunião da Comissão do Patrimônio Mundial da Unesco ampliou a lista dos Patrimônios da Humanidade. O episódio apresenta quatro novos detentores do título. O Ao Redor mostra também como a agricultura urbana está mudando a vida de famílias do Haiti. Gente que vivia em situação vulnerável e agora está aprendendo a cultivar hortas em plena cidade, utilizando pneus reciclados. O programa faz ainda um balanço dos 50 anos da Comissão Codex Alimentarius, que luta pelo cumprimento de padrões internacionais justos e seguros de produção e comércio dos alimentos.

Ao Redor: Terça, 11h

Quinta, 20h30

Domingo, 22h


· Programa TOME CIÊNCIA

Tema: Como avaliar nossa ciência e nossos cientistas

o Vivemos num mundo cheio de tecnologia: celulares, internet, computadores no processo industrial – enfim, uma sociedade onde o conhecimento passou a ser fundamental. A aplicação prática de uma parte do conhecimento vira a tecnologia que inova quase todos os produtos utilizados hoje em dia. Essas novidades, dentro da disputa comercial do mundo capitalista, são transformadas em patentes que garantem lucro. Mas, até por conta de tanta rapidez na intercomunicação global, o conhecimento publicado por um cientista rapidamente alcança todos os outros da mesma área fazendo avançar novas pesquisas. É por essas e outras razões que se convencionou medir o valor da produção científica de um país pela quantidade de publicações de trabalhos e pelas patentes registradas. Mas até que ponto esses índices são capazes de definir a importância do papel da ciência e dos cientistas no Brasil?

Tome Ciência: Quarta, 16h

Domingo, 14h


· Programa LIGADO EM SAÚDE

Tema: Cardiopatia Neonatal



o Grande parte dos casos de mortalidade neonatal precoce é provocada pela cardiopatia congênita, a má formação do coração do feto. Uma atenção especial no pré-natal e nos primeiros dias de vida pode salvar a criança. Ela poderá ter uma vida saudável, se tratada a tempo.

Programa Ligado em Saúde: Terça, 21h

Quarta, 10h

Sábado, 11h


· Programa CIÊNCIA & LETRAS

Tema: Joao Cabral de Mello Neto: Uma Fala Só Lâmina

o A obra de João Cabral de Mello Neto se apresenta quase isolada em nosso panorama literário por não existir uma linhagem na qual ela possa se inscrever. Tal situação faz dele um autor que inventa uma nova trilha, a exemplo de Machado de Assis e de Guimarães Rosa. Nomes que explodem na literatura, trazendo um olhar arraigadamente pessoal. João Cabral de Mello Neto é o tema deste episódio do Ciência e Letras.


Ciência & Letras: Domingo, 15h

Segunda, 22h30

Quinta, 20h


· Programa Canal Saúde NA ESTRADA

Tema: Campina Grande – PB


o O episódio acompanha o processo de discussão dos rumos do Sistema Único de Saúde para os próximos anos. O programa foi até o Agreste Paraibano mostrar a Conferência Municipal de Saúde de Campina Grande.

Canal Saúde na Estrada: Segunda, 16h30

Terça, 23h


· Programa EM FAMÍLIA

Tema: Falando de Sexo com os Filhos.


o Se tem um assunto tabu dentro de uma família, pode ter certeza que esse assunto é sexo. Quando devemos tocar nesse tema com nossos filhos? Qual a melhor maneira de abordá-los? Como reagir em relação a perguntas e comportamentos que eles venham a trazer ou fazer? Essas e outras perguntas são discutidas neste episódio do Em Família.

Em Família: Quarta, 20h

Domingo, 16h

Sábado, 22h


· Programa UNIDIVERSIDADE

Tema: Ser Político


o Representantes da academia e da sociedade civil organizada refletem sobre a participação social na política, sobre a política partidária e sobre as formas contemporâneas da democracia.


Unidiversidade: Terça, 10h

Quinta, 18h

Domingo, 10h e 16h30



Veja também os noticiários: Resumo da ONU e Jornal da Saúde em 4 horários: 6h35, 11h35, 18h35 e 23h35

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Técnica de negociação, uma arte ou uma competência?



Em um cenário com tantas crises, desenvolver habilidades de solucionar conflitos, enxergar oportunidades e tomadas de decisões, introduzido no pensamento estratégico se tornou um diferencial procurado no mercado de trabalho.

O curso de técnicas em negociação vai auxiliar você a buscar e encontrar novos horizontes, onde a negociação é bem mais que uma competência, ela é uma arte. Se torne um profissional cobiçado e desenvolva essa arte que está em você.

“Um processo de negociação bem conduzido não faz somente um vencedor, mas gera condições de satisfazer todas as pessoas envolvidas com os resultados atingidos…” (Kassem Sayed).

Para saber mais sobre o Curso de Técnicas de Negociação da FMP/Fase, clique aqui: http://www.fmpfase.edu.br/curso/administracao/3615tecNegoc2015

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Médicos e acadêmicos debatem emergência hospitalar



As áreas de urgência e de emergência hospitalar estarão em debate, de 31 de agosto a 4 de setembro, em Petrópolis. Preocupados com os problemas nesses setores no dia a dia, os estudantes da Liga Acadêmica de Terapia Intensiva da Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase) promoverão um encontro sobre o tema, com formato de curso e médicos convidados. O objetivo é o aprimoramento dos alunos e dos profissionais de Enfermagem e Medicina.

"O Curso de Terapia Intensiva da Liga é o único curso dentro da faculdade que aborda temas de Medicina Intensiva, que tem crescido muito nos últimos anos, principalmente entre os médicos recém-formados. Como esses assuntos não são muito abordados, por isso o curso é tão importante. Nele os alunos podem apronfundar seus conhecimentos dentro da área de Medicina Intensiva", diz Carolina Zanin, representante da Liga.

A programação começa dia 31, às 18h30, discutindo a “Sepse”, com Luis Eduardo Fontes, formado na FMP/Fase, pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), em Educação Médica pela Unifesp e pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica. Ele coordena a UTI adulto do Hospital Alcides Carneiro, em Petrópolis. Às 19h30, o tema será “Choque e drogas vasoativas”, com Phelipe Cardoso, também formado pela FMP/Fase e pela Sociedade Brasileira de Anestesiologia.

No dia 1, às 18h, o “Neurointensivismo” será abordado por Aline dos Santos Carvalho, intensivista titulada pela AMIB, pós-graduada em Neurointensivismo pelo Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês e mestranda em Neurologia. No mesmo dia, às 19h30, Debora Machado falará da “Parada cardiorrespiratória”. Ela é formada pela FMP/Fase, com formação em Cardiologia pelo Instituto Nacional de Cardiologia, e atua no hospitais Alcides Carneiro e da Unimed, em Petrópolis.

A “Insuficiência renal aguda” vai ser abordada por Daniela Colombo, no dia 2, às 18h30. Ela é mestre em Clínica Médica e pós-graduada em Homeopatia. Às 19h30, o “Tromboembolismo pulmonar” será enfocado por Hugo Nascimento, formado pela FMP/Fase, pós-graduado em Terapia Intensiva, e que está se especializando em Medicina Intensiva no Hospital de Força Aérea do Galeão e em Medicina Aeroespacial. Às 20h15, Bruno Henrique Guimarães Mendes, especialista em Psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria e que também está se especializando em Medicina Aeroespacial, discutirá o “Delirium”.

No dia 3, às 18h30, Luis Arnaldo Pereira, especialista em Infectologia e professor de Doenças Infectoparasitárias da FMP/Fase, falará sobre “Antibioticoterapia em UTI”. Às 19h30, o tema será “Monitorização hemodinâmica”, com Flavia Barros, especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e em Terapia Intensiva pela AMIB, e professora de Clínica Médica da FMP/Fase.

Dia 4, às 18h30, a “Síndrome coronariana aguda” vai ser debatida por Rodrigo Saraiva, formado pela FMP/Fase e pelo Instituto Nacional de Cardiologia, que atua na Unidade Coronariana do Hospital Santa Teresa e é professor de Clínica Médica na FMP/Fase. Às 19h30, o curso tratará de “Emergências em Diabetes Mellitus”, com André Bezerra, formado pela FMP/Fase, especialista em Endocrinologia e membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e da Endocrine Society.

FMP/Fase realiza Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho

 

Organizado pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), a FMP/Fase, está recebendo a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT). A SIPAT, através de palestras, gincanas, sorteios de brindes, teatro e atividades motivacionais, tem como objetivo, desenvolver a consciência e orientar o trabalhador sobre a importância da prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, criando uma atitude vigilante no funcionário, que lhe permita conhecer e solicitar as correções necessárias a fim de tornar o ambiente de trabalho mais seguro, em um processo de melhoria contínua.

A palestra de abertura, realizada no auditório do Centro Cultural pelo professor Paulo Sá, na segunda-feira (24), abordou o assunto “Ecovila”. A programação segue com debates sobre campus sustentável, segurança no trabalho, ginástica laboral, mitos e verdades sobre a saúde dos seus dentes, dependência química – alcoolismo e a importância da alimentação saudável.

“A realização da SIPAT possui inúmeras vantagens à empresa, entre as quais podemos destacar: Promoção à vida e a saúde dos trabalhadores, motivação dos funcionários, bem-estar no ambiente de trabalho, conscientização e mobilização dos funcionários acerca da importância da segurança e saúde do trabalho e valorização da marca e da credibilidade da empresa, perante os funcionários e a sociedade, em geral”, explica Cláudia Barcelos, Presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA).

Fase recebe evento com o objetivo de facilitar pesquisas acadêmicas para os alunos




A Biblioteca Central da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMPFase) recebeu, nesta terça-feira (25), a apresentação da plataforma ClinicalKey, o primeiro mecanismo de percepção clínica, destinado a compreender a forma como os profissionais da área médica buscam por informações e procuram respostas. O evento contou com sorteio de kits, brindes e livros para os alunos.

“Com o advento das novas tecnologias, vieram novos métodos de utilização e com isso os meios eletrônicos. A Instituição tem investido pesado com essa tecnologia. Nós somos umas das primeiras instituições a incorporar a base de dados para respaldar a nossa comunidade acadêmica. São inúmeros os benefícios que a faculdade tem, dentre eles: uma excelência da formação dos nossos corpos docente e discente, uma ótima bibliografia e corpo docente atualizado com a informação científica mundial, além de fornecer aos alunos um acesso restrito e geral aos conteúdos”, explica Volmer Gerônimo, Bibliotecário da FMP/Fase.

A plataforma oferece respostas rápidas porque reconhece conceitos clínicos relevantes em tempo real. À medida que você escreve, atalhos aparecem para que você encontre o conteúdo de maior relevância clínica no topo da página de resultados. “Eu uso o Clinicalkey para pegar alguns livros que não estão disponíveis na biblioteca e nele também eu encontro arquivos que não são fáceis de encontrar na internet e é tudo oferecido de graça”, argumenta Isabel Pereira Costa, estudante de Medicina do 4º ano da FMP. 

“O Clinicalkey é uma plataforma de busca clínica que contém acesso a mais de 1100 títulos disponíveis em texto completo e mais de 600 revistas também disponíveis em texto completo. Além disso, nós temos monografia, diretrizes, imagens e vídeos. Todos disponíveis para que o aluno consiga acessar e consiga complementar seus estudos em sala de aula”, finaliza Laís Junqueira, Gerente de desenvolvimento de contas do Clinicalkey.

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Programação FASE TV - De 23 a 30 de agosto

PROGRAMAS PRODUZIDOS PELA FASE TV:

· Programa ARTE & CULTURA

Tema: A Voz Gabriel Silva

o Vocalista, violonista e compositor de pop rock e R&B (rhythm blues), o petropolitano Gabriel Silva ficou quase 10 anos afastado profissionalmente, se dedicando à faculdade e ao trabalho do segmento do petróleo. Mais tarde retomou a decisão de que o caminho da música era definitivamente o caminho do sucesso pessoal, e a inscrição feita para o programa “The Voice Brasil” mudou radicalmente a sua carreira. O episódio fala sobre o início e toda a trajetória artística do cantor.

Arte & Cultura – Segunda, 21h30

Terça, 20h

Quarta, 20h30

Quinta, 22h30

Sábado, 17h

Domingo, 20h30

· Programa MINUTO FASE

Tema: Egressos 1989

Minuto Fase: Nos intervalos, ao longo da programação.

· Programa EM QUESTÃO

Tema: Direitos Humanos

o “Todos os seres humanos nascem livres e iguais, em dignidade e direitos”. Esse é o texto do Artigo primeiro da Declaração Universal dos Direitos Humanos. O documento criado pela Organização das Nações Unidas, em 1948, no rastro da Segunda Guerra Mundial, traçou as linhas gerais de direitos civis, econômicos, sociais e culturais. Mas quase setenta anos depois, o trabalho escravo, a tortura, a violência e o preconceito ainda fazem parte da nossa rotina. Quais foram os avanços no Brasil? E quais são os desafios que o momento atual nos apresenta? O Superintendente de Promoção dos Direitos Humanos do Rio de Janeiro, Miguel Mesquita, fala sobre essas questões.

Em Questão: Segunda, 20h

Terça, 21h30

Quarta, 22h30

Quinta, 21h30

Sexta, 22h

Sábado, 14h30

Domingo, 13h e 22h30

· Programa Faixa Interativa – Em Questão
Tema: Empreendedorismo Social

o O Em Questão entrevista o empreendedor Alan Maia, diretor da Agência do Bem, criada há 10 anos no Rio de Janeiro e que hoje atende 500 pessoas em três comunidades da zona oeste da cidade. No episódio, ele fala da importância dos projetos sociais desenvolvidos por Ongs, da responsabilidade social das empresas e do papel das universidades como espaço de desenvolvimento de tecnologias sociais e da formação de novos empreendedores.

Faixa Interativa: Diariamente em três horários: 7h, 12h e 19h

· Programa Ao Redor

Tema: Crise/Portugal – Mudanças Climáticas/Burkina Faso – Educação/Vietnã:

o O programa mostra os efeitos da crise econômica em Portugal: Jovens graduados em universidades e com especializações e mestrados estão tendo que buscar oportunidades fora do país. No episódio, os efeitos das mudanças climáticas ao sul do deserto do Saara. Em Burkina Faso, no Sahel, agricultores tentam adaptar as plantações aos eventos extremos. O Ao Redor traz ainda a política educacional que está sendo implantada no Vietnã, para reduzir a distância entre as diferentes etnias, dando condições iguais de acesso à educação para todas as crianças.

Ao Redor: Terça, 11h

Quinta, 20h30

Domingo, 22h

· Programa TOME CIÊNCIA

Tema: Grafeno: Material do Futuro?

o De carbono todos já ouviram falar. Pelo menos do gás carbônico – o CO2 – considerado vilão do efeito estufa, do aquecimento global. Mas o átomo de carbono é o elemento químico que compõe as moléculas que dão origem à vida. E está presente nas mais variadas formas encontradas na natureza. Macio no grafite do lápis, duríssimo no diamante. Recentemente, em 2004, os cientistas passaram a lidar com outra forma de apresentação do carbono:o grafeno – uma espécie de folha finíssima, com a espessura de um átomo, que é considerado o material do futuro por muitos especialistas. Até pela possibilidade de poder transmitir energia, e informações, com velocidade quase 100 vezes maior do que o silício, que é o material dos semicondutores da informática. Especialistas convidados explicam o que é o grafeno – e se ele tem mesmo o poder de mudar muita coisa no mundo em que vivemos.

Tome Ciência: Quarta, 16h

Domingo, 14h

· Programa LIGADO EM SAÚDE

Tema: Horta Caseira 

o Quem disse que se alimentar de verduras frescas colhidas na hora é privilégio de quem mora no campo? Ter uma horta na sua própria casa pode ser uma solução em conta e criativa para quem busca uma vida saudável. Hoje no ligado em saúde vamos mostrar o passo a passo do plantio e cultivo, os cuidados e soluções para se ter uma horta até em espaços pequenos.

Programa Ligado em Saúde: Terça, 21h

Quarta, 10h

Sábado, 11h

· Programa CIÊNCIA & LETRAS

Tema: Luzia de Maria 

Quero discutir uma concepção de leitura que nasce no horizonte de um compromisso político. Uma leitura que não apenas oferece essas respostas ao homem sobre sua realidade, mas que também, instigue-o a colocar-se questões e o instrumente na busca de respostas e soluções. Uma leitura que desinstale o homem da placidez e da acomodação e ao mesmo tempo, seja capaz de torna-lo melhor. Leitura e Colheita de Luzia Maria, autora do Ciência e Letras de hoje.

Ciência & Letras: Domingo, 15h

Segunda, 22h30

Quinta, 20h

· Programa NA ESTRADA

Tema: Marques de Souza – RS

o Duas experiências do Rio Grande do Sul premiadas na IV Mostra em Atenção Básica 2013. Em Marques de Souza, dentro do projeto Saúde nas Escolas, a equipe ESF cria e produz livros infantis para ter a leitura como mediadora na experiência "CONTANDO HISTÓRIAS PARA TRANSFORMAR HISTÓRIAS". Em Vacaria, o projeto 'CULTIVANDO SAÚDE" faz o plantio e a produção de produtos medicinais naturais, envolvendo unidades de saúde, horto municipal, escolas e população em torno de uma antiga tradição popular local.

Canal Saúde na Estrada: Segunda, 16h30

Terça, 23h

· Programa EM FAMÍLIA

Tema: Sexo no Casamento.

o O sexo é o termômetro de uma relação?

Em Família: Quarta, 20h

Domingo, 16h

Sábado, 22h

· Programa UNIDIVERSIDADE

Tema: Transmídia 

o Especialistas conversam sobre o conceito de transmídia, sobre o uso de múltiplas plataformas para comunicação sobre narrativas para ferramentas e estratégias de múltiplas plataformas, sobre o cenário de tecnologias e comunicação.

Unidiversidade: Terça, 10h

Quinta, 18h

Domingo, 10h e 16h30

Veja também os noticiários: Resumo da ONU e Jornal da Saúde em 4 horários: 6h35, 11h35, 18h35 e 23h35

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Fase realiza atividade de conscientização na Semana Nacional de combate à hanseníase



Na última quarta- feira (19), a equipe do Posto de Saúde da Família Machado Fagundes, que é gerido pela Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase), acompanhada pelos estudantes de Enfermagem da Fase, realizaram uma ação de conscientização em relação à hanseníase no Espaço Fábrica do Saber, localizado no bairro Cascatinha, com o objetivo de informar a população sobre a importância de se prevenir contra a doença, além de ressaltar os efeitos da hanseníase no organismo.

Na ocasião, foram distribuídos panfletos com informações sobre a hanseníase e aberto um espaço para retirar dúvidas e alertar sobre a necessidade de se procurar a Unidade de Saúde, caso surja alguma suspeita da doença. 

“A hanseníase é uma doença transmissível que afeta principalmente a pele e os nervos periféricos. O aparecimento da doença na pessoa infectada pelo bacilo Mycobacterium leprae, e suas diferentes manifestações clínicas, podem ocorrer após um longo período de incubação chegando até sete anos, o que reforça a necessidade de esclarecimento à população como a realizada na Fábrica do Saber. 

A transmissão se dá por meio de espirros e tosses, por exemplo, de uma pessoa doente e sem tratamento. O contágio não se dá através de abraços e apertos de mão. É importante lembrar que tão logo seja diagnosticado e tratado, o paciente além de evitar a evolução da doença e suas consequências, deixa de transmiti-la” explica o médico Regis Rodrigues Vieira.

Os principais sintomas da hanseníase são: manchas avermelhadas, esbranquiçadas ou amarronzadas no corpo com diminuição ou perda de sensibilidade ao calor, tato e à dor; caroços avermelhados, às vezes doloridos; sensação de choque com fisgadas ao longo dos braços e das pernas; áreas com diminuição de pelos e suor; perda da força nos músculos inervados pelos nervos acometidos.

Segundo dados do Programa Municipal de Hanseníase, em Petrópolis existem poucos casos da doença, sendo notificados em média oito por ano, mas é necessário que a polução conheça métodos preventivos à hanseníase, pois ela deixa sequelas graves.

“A doença tem cura e o tratamento é gratuito. O processo inclui poliquimioterapia, podendo durar até um ano e meio. O diagnóstico consiste, principalmente, na avaliação clínica: aplicação de testes de sensibilidade, força motora e palpação dos nervos periféricos. Exames laboratoriais mais específicos, baciloscopia e biópsia das lesões da pele para histopatológico, podem ser necessários” frisa o médico.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Radiologia e RH são opções de Curso Superior de Tecnologia da FMP/Fase




Estão abertas as inscrições para os cursos superiores de tecnologia em Radiologia e Recursos Humanos da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase), em Petrópolis. Como os cursos duram três e dois anos, respectivamente, eles são uma oportunidade para os que não querem perder tempo para ingressar mais rápido no mercado de trabalho. Serão aceitos os resultados das provas do Enem desde 2009, na inscrição.

O Curso Superior de Tecnologia em Radiologia foi recomendado pelo MEC com nota 4, na escala de 1 a 5. Entre os diferenciais estão os estágios oferecidos pela FMP/Fase e supervisionados pelos professores, com experiências práticas em unidades de saúde de Petrópolis, como o Centro de Terapia Oncológica (CTO), o Hospital de Ensino Alcides Carneiro (HAC) e a Clínica RM Multi-Imagem. Também serão utilizados Laboratórios de Simulação com equipamentos de última geração. Coordenadas por médicos radiologistas, as aulas serão integradas às dos demais cursos da área de saúde.

Já o Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos tem nota 5 na avaliação do MEC. Entre os destaques do curso estão a presença de uma empresa júnior dentro do campus, para atuação dos alunos no mercado local; a participação do aluno em atividades de vivência da prática profissional; estágios nas diversas áreas de atuação; e projeto pedagógico com foco no empreendedorismo.

As inscrições para os cursos ficarão disponíveis até o dia 23 de agosto, com publicação dos resultados no dia 25. Elas devem ser feitas em: http://www.fmpfase.edu.br/vestibular/inscricao.html

A Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP) tem 48 anos de tradição no ensino de Medicina e, desde 1998, com a criação da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (Fase), atua nas áreas de Nutrição, Enfermagem, Administração, Gestão Pública, Gestão Ambiental, Gestão de Recursos Humanos e Radiologia, com boas notas nas últimas avaliações do MEC. O campus possui modernas instalações, cercado pela natureza e próximo ao Centro Histórico da cidade.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Alimentação da infância à terceira idade é tema de palestras na Fase


Nos dias 31 de agosto e 01 e 02 de setembro, das 8h às 18h, a FMP/Fase vai promover a Semana de Nutrição, com temas que pretendem aprofundar o conhecimento de estudantes e profissionais em áreas específicas da Nutrição, com informações científicas atualizadas sobre a alimentação desde a infância até a terceira idade.

O evento, gratuito, contará com palestras sobre aleitamento materno, introdução de alimentos sólidos no cardápio infantil, publicidade de alimentos, alergia alimentar, abordagens nutricionais em adolescentes, nutrição aliada ao exercício físico, fitoterapia, nutrição ortomolecular e fisiculturismo.

“Como em todas as fases da vida, a alimentação deve ser variada e equilibrada, proporcionando uma dieta saudável e nutritiva. A Semana de Nutrição pretende perpassar por todas as fases da vida ressaltando a importância dos cuidados nutricionais que devem estar presentes em todas elas”, explica Anete Esteves, coordenadora do curso de Nutrição da Fase.

O nutricionista tem como principal função atuar na busca pela qualidade de vida, através da alimentação, informando e educando. No Brasil, algumas pesquisas apontam que 10% das crianças são obesas, índice que vem crescendo de forma alarmante. A obesidade é uma epidemia mundial, impulsionada por mudanças de hábitos alimentares e um estilo de vida frenético. Por isso, o assunto está na pauta de políticas públicas e passou a ser discutido seriamente nas escolas.

“Uma boa nutrição é condição fundamental para promover o bem-estar físico, mental e social de crianças, jovens e adultos, garantindo, em condições normais de saúde, uma boa qualidade de vida. Vale ressaltar que a adolescência é uma faixa etária importante para a aprendizagem dos princípios da nutrição adequada e que poderão conduzir a vida atual e adulta de forma mais saudável”, frisa a nutricionista.

A Semana de Nutrição da FMP/Fase também contará com atrações culturais, Feira Gastronômica e oficinas oferecidas pela Escola de Nutrição e Gastronomia em parceria com o Centro Acadêmico de Nutrição da faculdade, como “Interpretação de Exames Laboratoriais”, “Cozinha de Maromba” e “Cozinha Vegetariana”. As inscrições poderão ser feitas até o dia 26 de agosto, no site da FMP/Fase (www.fmpfase.edu.br).

Programação FASE TV - De 16 a 22 de agosto


PROGRAMAS PRODUZIDOS PELA FASE TV:
· Programa ARTE & CULTURA
            Tema: RITMO DAS RUAS
o    A Cia Ritmo das Ruas foi criada em 2008 em Petrópolis pelo coreógrafo Leonardo Peterman. Hoje, o grupo reúne 18 bailarinos que se dedicam ao hip hop e às danças urbanas. A Cia também realiza um trabalho social com jovens: o Projeto do Morro. No programa, Leonardo fala das dificuldades e alegrias de viver da dança, da experiência nos Estados Unidos, berço do hip hop, e da esperança de ampliar a atuação do grupo no exterior.
Arte & Cultura – Segunda, 21h30
                             Terça, 20h
                             Quarta, 20h30
                             Quinta, 22h30
 Sábado, 17h
 Domingo, 20h30

·  Programa MINUTO FASE                      
   Tema: Isso É Ciência
o    A ciência através da arte. O programa apresenta a exposição “Isso é Ciência”, em cartaz no Centro Cultural Hercílio Esteves. A mostra, reunindo poesia, instalações, imagens e cores, utiliza a linguagem figurada para traduzir as pesquisas e trabalhos científicos realizados por alunos e professores da FMP/Fase. O objetivo é demonstrar que, mesmo com enfoques diferentes, os diversos projetos realizados na instituição fazem parte de um único universo.
Minuto Fase: Nos intervalos, ao longo da programação.


·  Programa EM QUESTÃO
   Tema: Hipertensão Arterial
o    Um em cada quatro brasileiros em fase adulta sofre de hipertensão, a popular “pressão alta”. A doença está relacionada com a capacidade de circulação do sangue no nosso corpo.  A hipertensão provoca o  estreitamento das artérias. Para impulsionar o sangue, o coração precisa bombear com mais força. Por isso, a longo prazo a doença acaba dilatando o coração e danificando as artérias. A pressão alta está na base de outros problemas graves de saúde, como o derrame e até mesmo complicações renais. O tema é debatido com o cardiologista Bruno Vogas, que também é professor da Faculdade de Medicina de Petrópolis.
Em Questão: Segunda, 20h
Terça, 21h30
Quarta, 22h30
Quinta, 21h30
Sexta, 22h
Sábado, 14h30
Domingo, 13h e 22h30

·         Programa Faixa Interativa – Em Questão
Tema: Sem Glúten  e Sem Lactose

o   Vilões da vez nos regimes de emagrecimento, o glúten e a lactose são desmistificados pela Vivete Gutfilen, que está lançando um livro sobre o tema. Ela fala também sobre as diferenças entre alergia e intolerância aos ingredientes e dá dicas de substituição, além de uma receita apetitosa.

Faixa Interativa: Diariamente em três horários: 7h, 12h e 19h


·         Programa Ao Redor                                  
Tema: FMI/China – Flores/Japão – Energia Geotérmica/Quênia:

o    O episódio revela a preocupação do Fundo Monetário Internacional com a redução no ritmo de crescimento da China. O programa também mostra o Centro de Pesquisa onde são desenvolvidas novas variedades de flores no Japão. O Ao Redor mostra ainda a descoberta do potencial geotérmico do Grande Vale Rift, uma fenda vulcânica de 900 quilômetros de extensão, no Quênia.
                      Ao Redor: Terça, 11h
                   Quinta, 20h30
                   Domingo, 22h


·  Programa TOME CIÊNCIA                    
   Tema: Desenvolvimento ou Crescimento: Novo sistema à vista?

o   Taxa de juros, valor do salário mínimo, valor do câmbio. Essas notícias de economia sempre aparecem com percentuais de aumento de baixa nos veículos de comunicação. O crescimento do PIB, produto interno bruto – índice que dá a dimensão da quantidade do que se produz no país, é normalmente citado para se demonstrar o avanço do país. Dizem que deixamos de ser subdesenvolvidos e agora somos país em desenvolvimento -  a sexta ou sétima economia do mundo. Mas no índice de desenvolvimento humano das Nações Unidas chegamos em octogésimo quarto lugar. Será então que crescimento econômico e desenvolvimento são as mesmas coisas? Esta é a duvida sugerida para debate pela Associação Brasileira de Antropologia – A ABA, pois em nosso programa são as organizações filiadas à SBPC - A sociedade para o Progresso da Ciência – que sugerem os assuntos.
                    Tome Ciência: Quarta, 16h
                          Domingo, 14h


·                 Programa LIGADO EM SAÚDE           
   Tema: Horta Caseira

o      Quem disse que se alimentar de verduras frescas colhidas na hora é privilégio de quem mora no campo? Ter uma horta na sua própria casa pode ser uma solução em conta e criativa para quem busca uma vida saudável. O programa mostra o passo a passo do plantio e cultivo, os cuidados e soluções para se ter uma horta até em espaços pequenos.
           Programa Ligado em Saúde: Terça, 21h
Quarta, 10h
Sábado, 11h


·         Programa CIÊNCIA & LETRAS                 
Tema: Almanaque do Agente comunitário de Saúde

Os almanaques são publicações populares bem antigas. Eles existem desde o século XV, por exemplo. Nesse tempo, na Europa, eram distribuídos por vendedores ambulantes. O objetivo dessas pequenas enciclopédias populares sempre foi levar a informação e o entretenimento aos leitores. No Brasil, os almanaques mais populares foram de farmácia. Editados desde o século XIX pelos laboratórios farmacêuticos, ensinavam como usar drogas medicinais e promoviam a utilização de produtos cosméticos. Este episódio do programa Ciência e Letras fala sobre o Almanaque do Agente Comunitário de Saúde.
Ciência & Letras: Domingo, 15h
                               Segunda, 22h30
                       Quinta, 20h
·         Programa NA ESTRADA                                          
Tema: Marques de Souza

o   Duas experiências do Rio Grande do Sul premiadas na IV Mostra em Atenção Básica 2013. Em Marques de Souza, dentro do projeto Saúde nas Escolas, a equipe ESF cria e produz livros infantis para ter a leitura como mediadora na experiência "CONTANDO HISTÓRIAS PARA TRANSFORMAR HISTÓRIAS". Em Vacaria, o projeto “CULTIVANDO SAÚDE" faz o plantio e a produção de produtos medicinais naturais, envolvendo unidades de saúde, horto municipal, escolas e população em torno de uma antiga tradição popular local.
                     Canal Saúde na Estrada: Segunda, 16h30
                                      Terça, 23h
                                       
·         Programa EM FAMÍLIA                     
Tema: Asilar os pais  

o    O programa aborda um dilema que aflige muitas famílias: O momento de decidir sobre colocar ou não o pai ou a mãe em um asilo. Que condições devem ser analisadas nessa hora? Como proceder? O episódio ajuda a responder a essas questões.
              Em Família: Quarta, 20h
Domingo, 16h
Sábado, 22h


·         Programa UNIDIVERSIDADE                            
Tema: Corrupção

o   Impunidade, burocracia, abuso de poder, nepotismo e esquemas de desvio de dinheiro público são temas que não saem das manchetes dos jornais nos últimos tempos. O Unidiversidade aborda os fatores desencadeantes e as consequências da corrupção no Brasil.
Unidiversidade: Terça, 10h
                                                                Quinta, 18h
                                                                Domingo, 10h e 16h30

Veja também os noticiários: Resumo da ONU e Jornal da Saúde em 4 horários: 6h35, 11h35, 18h35 e 23h35

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Oficina dietética sem Glúten e sem Lactose ensina como aliar bem-estar e alimentação saudável



A busca por um corpo sem gorduras localizadas faz com que o glúten e, em segundo plano, a lactose, sejam os grandes inimigos de quem quer perder peso e ter o corpo com formas definidas. Há também os casos de pessoas que possuem intolerância ao glúten, proteína presente no trigo, no centeio, na cevada e na aveia. Ele é o responsável pela consistência fofa dos produtos industrializados, sendo usado especialmente em pães, bolos e massas.

No entanto, a lactose também entrou como vilã na lista de pessoas que querem fazer dieta. A cada dia surgem mais adeptos à retirada do glúten e dos lácteos, que virou moda nos consultórios de nutricionistas funcionais.

“Essa mudança de padrão alimentar gera maior aporte de vitaminas, minerais, melhora de bem-estar e redução de peso, o que necessariamente não é só por conta de retirada dos alimentos e sim de uma série de mudanças. É fato que a retirada do glúten da dieta melhora o metabolismo intestinal. Por ele ser uma proteína de difícil digestão, reduz a produção de substâncias inflamatórias reduzindo inchaço e ativando o metabolismo, mas é importante que cada caso seja avaliado individualmente”, frisa a ex- aluna da Fase e nutricionista do X da Saúde, Juliana Schaefer.

Ensinar como adaptar pratos da culinária brasileira para pessoas com restrições alimentares ao glúten e à lactose, utilizando a técnica dietética, além de proporcionar conhecimento a quem deseja fazer uma dieta mais rica, é o objetivo da Oficina Dietética Sem Glúten e Sem Lactose da FMP/Fase, que será realizada nos dias 25, 26 e 27 de agosto, das 17 às 22h, no Laboratório de Nutrição e Gastronomia da faculdade. Os interessados na oficina devem ficar atentos, pois as inscrições devem ser feitas até o dia 20 de agosto, no site: www.fmpfase.edu.br.

“O celíaco deve ter acompanhamento médico e nutricional. A aplicação da dieta é primordial para evitar déficit no crescimento, atraso menstrual, problemas com esterilidade, aftas recorrentes, anemia por falta de ferro e outros sintomas clássicos da doença. Existe uma infinidade de farinhas especiais que podem ser utilizadas ou produtos prontos como pães, biscoitos, macarrão, massas para preparo de bolos ou salgados que não contêm glúten. Então, é possível aprender como seguir a dieta à risca para conviver bem no seu dia a dia de forma tranquila e sem a presença do glúten”, destaca a nutricionista.

FMP/Fase está com inscrições abertas para Pós-Graduação em Nutrição Clínica Funcional




Estão abertas, até o dia 18 de setembro, as inscrições para o curso de pós-graduação em Nutrição Clínica Funcional da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase), que tem previsão de início no mesmo mês. O curso será realizado no campus da faculdade, com aulas quinzenais, aos sábados, práticas e teóricas.

“O objetivo é capacitar profissionais a atuarem na prática clínica com conhecimentos atualizados em nutrição funcional e adequados às demandas do mercado”, comenta a nutricionista Cíntia Azara, coordenadora do curso. A professora da FMP/Fase diz que as aulas contam com carga horária de atendimento prático para dar mais segurança ao profissional​​.

Sem provas para o ingresso, o curso terá duração de 20 meses, com carga horária de 400h. Será possível iniciar os estudos no quarto módulo, com aulas previstas para ter início no dia 19/09. Os alunos que se matricularem até o dia 18 de setembro vão receber desconto de 20% em todas as mensalidades.

Segundo avaliação do MEC, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto é a melhor faculdade da cidade serrana e está entre as dez melhores do estado do Rio de Janeiro.

Massagem shantala ajuda a prevenir cólicas em bebês



A técnica milenar indiana, conhecida como massagem shantala, consiste na interação entre a mãe e o bebê, com o objetivo de proporcionar momentos de bem-estar aos pequenos, com repetições de movimentos e alongamentos, que possibilitam trabalhar a musculatura e as articulações das crianças com mais de um mês de vida.

Dentre os benefícios, os toques, que abrangem todo o corpo do bebê, proporcionam relaxamento que contribui para o alívio das cólicas e garante um sono gostoso, melhora a respiração, porque expande a caixa torácica, e os movimentos na barriga auxiliam no funcionamento do intestino e do estômago.

Para ensinar às mães como aplicar a técnica, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o curso de extensão em massagem shantala. A aula será oferecida no dia 22 de agosto, das 09h às 13h, no Auditório do Centro Cultural da Fase. As inscrições devem ser feitas até o dia 18 de agosto, no site: www.fmpfase.edu.br.

A massoterapeuta infantil Larissa Dallalana Passos irá ensinar aos participantes como criar uma rotina para fazer a massagem. O momento do dia escolhido vai variar com os hábitos do bebê. Se ele sente muita cólica na parte da tarde, por exemplo, é recomendável que a massagem seja feita pela manhã, servindo como medida preventiva.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Oficina de Biodanza

Na próxima terça-feira (18), a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) vai receber Lucília Rugani Ribeiro de Castro, que vai ministrar uma palestra gratuita sobre o Sistema da Biodanza e sua aplicabilidade como coadjuvante de tratamentos terapêuticos. O evento será realizado no Auditório do Centro Cultural da Fase, das 18 às 20h. As inscrições devem ser feitas até o dia 17/08. Outras informações aqui.

Seminário discute a importância do parto humanizado


O segundo Seminário na Região Serrana sobre a Rede Cegonha, realizado no auditório da FMP/Fase, nessa quarta-feira (12), reuniu vários profissionais do setor de saúde. Ao longo do dia, as questões relacionadas à saúde materno-infantil foram discutidas no evento, promovido pela Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase), em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde.

O encontro visa à sensibilização e à identificação de multiplicadores das diretrizes das boas práticas, desde o pré-natal, o parto e o nascimento, o puerpério (fase após o parto em que a mulher apresenta modificações físicas e psíquicas) e a amamentação, até a atenção integral à saúde da criança, tendo em vista a importância do parto humanizado.

“Como médica eu acho que, infelizmente, nós invertemos a ordem natural das coisas. As pessoas confundem parto humanizado com parto domiciliar, com parteiras, etc. São duas palavras que não deveriam estar juntas, porque o parto é humanizado em si. O Ministério teve que resgatar essa humanização contra as violências obstétricas, contra as práticas artificiais do parto”, explicou Adriana Jacques, professora da FMP/Fase e coordenadora dos Programas de Saúde de Petrópolis. 

A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde, implantada em algumas regiões do país em 2011, que visa oferecer uma rede de cuidados para assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e à atenção humanizada na gravidez, no parto e no puerpério, bem como oferecer às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento com desenvolvimento saudável. 

“A escola de formação de profissionais da saúde, como é a nossa instituição, precisa estar muito atenta com as questões que envolvem segurança, o acolhimento e a proteção à gestante e ao bebê, porque isso é fundamental para a saúde humana. Não há uma sociedade que possa dizer que defende a saúde se ela não defende a gestante e a criança no momento do seu nascimento. Então nós investimos nessa parceria com o poder público para discutir as questões relevantes que estão colocadas em relação à mulher e à criança”, ressaltou Maria Isabel de Sá Earp de Rezende Chaves, diretora da Fase. 

“O projeto da Rede Cegonha na Região Serrana, quando formalizado, com a portaria publicada, vai trazer recursos para o Hospital Alcides Carneiro, acréscimo de recurso nas diárias e melhorias no campo financeiro para todos os municípios da região”, frisou André Pombo, secretário de Saúde de Petrópolis.




Fotos: Evaldo Macedo

Habilidade em negociar ajuda a evitar crise financeira



A palavra “crise econômica” gera muitas incertezas e, por vezes, medo de se comprometer com novas contas e contratos. Muitos empresários e até mesmo pessoas físicas não sabem o que fazer quando o cenário econômico do país apresenta quedas elevadas.

O receio de ficar endividado é constante e, para evitar o problema, é preciso se planejar e avaliar os compromissos financeiros, para encontrar soluções. Pois bem, nesse momento uma habilidade fundamental se faz necessária, a arte de saber negociar com seus credores.

“Negociação, assim como um processo de decisão, requer que você trabalhe bem o principal insumo: Informação. Desta forma, conhecer estratégias e táticas de negociação ajuda a entender melhor o processo ao qual se busca uma solução para o problema. Conhecer os interesses que estão por trás dos objetivos individuais e/ou organizacionais pode revelar, inclusive, novos objetivos ou rever os atuais. Conciliar interesses e objetivos, por exemplo, faz parte das técnicas de negociação”, explica Levi de Souza, coordenador do curso de Administração e dos Cursos Superiores em Tecnologia de Gestão (Recursos Humanos, Gestão Pública e Gestão Ambiental) da FMP/Fase.

Entender o cenário econômico e saber negociar é importante, pois vivemos em um ambiente organizacional altamente competitivo e complexo. Assim, entender o "outro" e buscar alianças passaram a ser um fator crítico de sucesso, onde as partes de uma negociação buscam atuar em harmonia ao invés do confronto. Ambos podem ganhar. É nesse sentido que o conhecimento ou a arte de negociar pode fazer a diferença entre manter uma empresa competitiva ou não.

Além das empresas, muitas pessoas físicas ficam endividadas por não saberem como arcar com os gastos do dia a dia. Por isso, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase), instituição que conta com os melhores cursos de gestão do Estado, segundo o MEC, está com inscrições abertas para a quinta turma do curso de extensão em Técnicas de Negociação. As aulas serão realizadas nos sábados, dias 12, 19 e 26 de setembro, das 13h30 às 17h30, no campus da FMP/Fase. As inscrições e outras informações podem ser acessadas aqui.

“Saber negociar, no caso da vida financeira, pode fazer uma enorme diferença, pois as partes envolvidas necessitam alcançar seus objetivos, ou seja: direcionar um capital em algo (tomar um empréstimo, por exemplo) e a outra parte receber pelo dinheiro que disponibilizou. Em tempos de crise, saber negociar pode fazer com que ambas as partes consigam chegar a um acordo sem que um dos lados seja totalmente prejudicado, pois havendo isso, muito provavelmente o "todo" sairá perdendo. E, então, poderá não ter outra oportunidade para novos negócios”, finaliza Levi de Souza.

Professora leva sucesso de cooperativa a encontro de administração

A professora Luciene Lopes Baptista, da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase), em Petrópolis, apresentará um trabalho no 39º Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (EnAnpad). O encontro, que acontecerá em Belo Horizonte, de 13 a 16 de setembro, é considerado o segundo maior evento científico da área de Administração no mundo.

“A Qualidade de Vida Ampliada no Trabalho (QVAT) no contexto da autogestão: um estudo de caso qualitativo na Cooperativa Cotravic” é o título do trabalho que ela apresentará em Belo Horizonte. A Cooperativa de Trabalho em Artes, Vidros e Cristais fica na cidade de São Paulo e é originada da massa falida de uma indústria. Segundo a professora, já são 13 anos de existência funcionando como cooperativa, em uma prática de autogestão entre os cooperados que se insere nos princípios da economia solidária.

“No começo foi difícil para eles. Só sabiam fazer aquilo, produzir artesanalmente o vidro delicado. Aí veio a falência, no final da década de 90, e receberam o que tinham direito em equipamentos. A opção foi tocar a fábrica porque os vidreiros não sabiam fazer outra coisa. Tiveram alguma ajuda dos antigos donos e dos colegas da área comercial. Depois seguiram sozinhos e foram se especializando: um se formou em Engenharia Química, outro em Direito e um terceiro em Administração. Deram a volta por cima e ganharam em qualidade de vida”, conta Luciene, que pesquisou o grupo entre 2012 e 2013. 

A professora da FMP/Fase explica que, no sistema da cooperativa, o comitê tem alguns gestores trocados de quatro em quatro anos. “Na nossa cultura, ainda é um pouco difícil aceitar que o empregado pode dirigir o outro. Nos centros urbanos, a economia solidária está mais associada a cooperativas de recicladores, mas está expandindo no país. Hoje, existem outras iniciativas de sucesso no interior, principalmente na atividade agrícola. Há ainda o exemplo das mulheres rendeiras do Nordeste”, acrescenta Luciene. 

Segundo ela, a economia solidária ainda não tem teoria de administração consistente para uso dos gestores. “Eles precisam disso para terem o domínio de gerir uma empresa. Como a maioria funciona no modelo de autogestão, acabam aprendendo com muito sofrimento. E outros não dão certo porque não dominam as ferramentas de informação disponíveis. Na cooperativa de vidro estudada, muitos desistiram. Mas do grupo inicial a maioria ficou, conseguiu superar o desafio e viver com mais qualidade, realização profissional e estabilidade econômica”, relata Luciene. 

Luciene é professora da Faculdade Arthur Sá Earp Neto, nos cursos de pós-graduação de MBA em Gestão Empresarial, Gestão de Pessoas e Gestão de Finanças e Controladoria, além do curso de Administração. Ela é doutora em Administração pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP). 

A professora tem experiência acadêmica em instituições públicas e privadas, em cursos de especialização em Gestão Estratégica de Pessoas, e é pesquisadora nas áreas de Qualidade de Vida no Trabalho, Desenvolvimento Gerencial com foco em competências, Cultura e Comportamento Organizacional, Comunicação Organizacional, Liderança Contemporânea, Equipes de Trabalho Eficazes, e Gestão Estratégica do Tempo. Possui experiência executiva na área de Recursos Humanos em indústria, comércio e serviços. Também é consultora de Empresas para assuntos relativos à Gestão do Desempenho e do Desenvolvimento Humano.

Fase vai sediar o IV Seminário Petropolitano de Radiologia




Com o objetivo de abordar as inovações tecnológicas na área da Imagenologia e o mercado de trabalho, o IV Seminário Petropolitano de Radiologia será realizado, pelo segundo ano consecutivo, na Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase), no dia 16 de agosto de 2015, das 8h às 16h.

O Seminário vai contar com a presença de palestrantes renomados na área, como: Nancy de Oliveira Costa, tecnóloga em Radiologia e autora do livro “Mamografia posicionamentos radiológicos”; Jonatas Oliveira de Aquino, supervisor de Proteção Radiológica em Medidores Nucleares; Samuel Pessoa, diretor da Broonell; entre outros. A iniciativa visa oferecer aos participantes uma visão panorâmica de todas as áreas de atuação, que estão em constante desenvolvimento.

“Nós temos um mercado amplo para atuação dos profissionais em radiologia médica, industrial, na área de segurança, ensaios não destrutivos e também na área veterinária. Esse seminário vai proporcionar a troca de conhecimentos e experiências, além de abrir oportunidades no mercado de trabalho, pois muitas pessoas que contratam os profissionais da área estarão presentes no evento para fazer contatos”, ressalta Alexandre Kuster, organizador do evento e professor do curso de Radiologia da FMP/Fase.

Durante o evento, temas como “Gestão de Carreira”, "RM da Rotina Clínica à Pesquisa”, “O Uso das Radiações no Controle de Qualidade em Processos Industriais” e “Mamografia e Suas Novas Tecnologias” serão abordados. Kuster ressalta que cada vez mais se torna necessário que os profissionais da área da saúde estejam atualizados, pois o mercado de trabalho é competitivo e exige conhecimentos práticos e teóricos de quem quer atuar na profissão.

“O mercado de trabalho está aberto e precisa de profissionais qualificados para atuar em várias áreas. A Radiologia se expandiu e precisamos de pessoas aptas a trabalhar em segmentos novos que abrangem os técnicos e tecnólogos, como medicina nuclear, ressonância magnética e também a área odontológica”, explica Alexandre Kuster.

Simpósio de Gastroenterologia


A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) vai sediar o Simpósio de Gastroenterologia, nos dias 24 e 25 de agosto de 2015, às 18h. O evento promovido pela Liga Acadêmica de Gastroenterologia é aberto aos profissionais da saúde e vai abordar a influência da flora intestinal na obesidade. As inscrições devem ser feitas até o dia 24/08. A programação completa e outras informações estão disponíveis aqui.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Fase oferece curso de extensão em Geração e Análise de Negócio



O empreendedorismo vem crescendo no Brasil. Nos últimos anos, muitas pessoas se cadastraram no programa do governo e se tornaram microempreendedoras individuais. Para que a economia do país se mantenha em desenvolvimento é fundamental que cresça não apenas a quantidade de empresas, mas a participação delas na economia.

“É importante que uma pessoa que queira ter seu próprio negócio tenha capacidade de analisar e gerar modelos de negócio através de uma técnica que dá agilidade na obtenção dos resultados e permite entendimento consensual do modelo de negócio”, destaca Domingo Chabalgoity, coordenador do curso de extensão em Geração e Análise de Modelos de Negócio da FMP/Fase.

Segundo a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizada no país pelo Sebrae e pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), o Brasil atualmente está isolado na liderança em empreendedorismo, com o aumento de 23% para 34,5% de empreendedores em dez anos. Os pequenos negócios respondem por mais de um quarto do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Juntas, as cerca de 9 milhões de micro e pequenas empresas no país representam 27% do PIB, um resultado que vem crescendo nos últimos anos. Para atender à crescente demanda de conhecimentos na área de gestão, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto abriu inscrições para o curso inédito de extensão em Geração e Análise de Modelos de Negócio.

“O objetivo do curso é capacitar os participantes no uso de uma técnica que incentiva o trabalho colaborativo entre os principais condutores da empresa ou empreendimento, explicita questionamentos que no dia a dia não são discutidos e permite chegar a conclusões rapidamente”, explica Domingo Chabalgoity.

As aulas serão oferecidas no campus da FMP/Fase, nos dias 19 e 26 de setembro, das 09h às 18h. A programação completa das aulas pode ser acessada aqui. As inscrições para o curso também devem ser feitas na página virtual, até o dia 16 de setembro.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Fase promove Simpósio sobre Catástrofes


O cenário de tristeza, perda e incertezas, que a tragédia ocorrida no Vale do Cuiabá, em janeiro de 2011, trouxe à cidade de Petrópolis e a toda Região Serrana do estado do Rio de Janeiro, não será esquecido pelos petropolitanos que, mesmo não morando no bairro, vivenciaram toda a luta enfrentada pelos moradores da localidade, que perderam familiares, bens materiais e toda a estrutura montada ao longo dos anos.

O tema “desastres naturais” faz parte da rotina dos agentes comunitários, da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e dos profissionais da área da saúde. Por isso, nos dias 09 e 10 de setembro, a FMP/Fase promoverá o Simpósio sobre Catástrofes, abordando a atuação da equipe de saúde em desastres socioambientais para a formação de grupos profissionais de atuação específica em locais de tragédias.

“Esse simpósio tem o intuito de reforçar o compromisso da FMP/Fase com a sociedade petropolitana. Vamos discutir temas importantes sobre prevenção e também a atuação dos profissionais da área de saúde em casos emergenciais, que demandam conhecimento teórico”, ressaltou Tábata Cristina Gomes dos Santos, professora do curso de Enfermagem da FMP/Fase e organizadora do Seminário.

Os participantes vão receber orientações sobre as principais causas de desastres naturais, assim como as dificuldades e os procedimentos pertinentes aos profissionais atuantes nessas circunstâncias.

A programação conta com palestras sobre a atuação da Defesa Civil em tragédias naturais, a importância da preparação da comunidade e seus direitos, além de relatos dos sobreviventes da tragédia de 2011 e dos alunos de Enfermagem da Fase, que atuaram na localidade.

O evento será realizado na Sala Arthur de Sá Earp Neto, no campus da FMP/Fase, nos dias 09 e 10 de setembro, das 14h às 17h. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas aqui, até o dia 08 de setembro.

Empreendedorismo social



No dia 09 de setembro, às 19h, a faculdade Arthur de Sá Earp Neto (FMP/Fase) vai receber a médica Vera Cordeiro, fundadora do Saúde Criança e presidente do Conselho de Administração da Associação Saúde Criança, que vai apresentar seu testemunho sobre empreendedorismo social e o trabalho desenvolvido pelo Saúde Criança ao longo dos seus 23 anos de existência.  O Saúde Criança Petrópolis (ex-Renovar) é uma organização social que trabalha para reestruturar e promover o autossustento das famílias de crianças em risco social.

A palestra é gratuita. Para ajudar o projeto, os participantes podem doar uma lata de leite em pó.