sexta-feira, 12 de maio de 2017

Maio Amarelo é enfatizado na Fase com o “Grande Acidente”

O movimento Maio Amarelo, que ressalta a conscientização da segurança no trânsito, ganhou um alerta de peso nesta sexta-feira (12). O simulado intitulado “O Grande Acidente”, com a encenação de uma ocorrência com vítimas, no campus da FMP/Fase, reuniu vários alunos.

“O objetivo dessa atividade é mostrar para os ingressantes de Medicina e alunos de Enfermagem como é feito o atendimento pré-hospitalar de vítimas politraumatizadas e estimular o interesse nesse tipo de prestação de socorro. Além disso, temos o intuito de conscientizar todos, principalmente nesse período em que a cidade demonstra alto índice de ocorrência de acidentes automobilísticos graves, sobre a importância da responsabilidade no trânsito, por isso a parceria com o Maio Amarelo”, ressaltou Shirley Ediane Rodrigues, diretora da LATE, Liga Acadêmica de Trauma e Emergência da FMP/Fase.

“O Grande Acidente” é um evento de prevenção de acidentes realizado pela Liga Acadêmica de Trauma e Emergência da FMP/Fase, formada por alunos de Medicina e Enfermagem, em parceria com a disciplina de Programa Curricular de Práticas Profissionais. No pátio do campus é simulado o atendimento inicial às vítimas, com a montagem de uma colisão envolvendo um carro, uma moto e pedestres.

“É uma experiência que prepara para a realidade. Em algumas situações na vida real é necessário que o profissional da área da saúde tenha pró-atividade, agilidade e pensamento rápido do que fazer, porque é tudo muito repentino e mexe com o estímulo de querer ajudar, de querer fazer um bom e rápido atendimento à vítima. Dessa forma, a gente apresenta um cenário realístico e que ensina a lidar com as emoções, para quando ocorrer um cenário real, a pessoa saiba como proceder”, explica Shirley.

Profissionais do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência participaram do evento para dar apoio aos estudantes, tornando o cenário ainda mais realístico. A ambulância com a sirene acionada chamou a atenção dos alunos de outros cursos, que acompanhavam curiosos o decorrer das atividades. Com a encenação, ficou claro que em casos de acidentes, mesmo não sendo um profissional da área da saúde, é importante ajudar na preservação do local, garantindo a segurança das vítimas.

"Foi um momento interessante, pois a gente viu como agir em um cenário de acidente, em que é preciso ter as instruções básicas para conseguir agir de forma que possa auxiliar as vítimas da melhor forma e ajudar a salvar vidas, o que é a nossa prioridade", destaca Nívea Coutinho, aluna do 1º período de Enfermagem da FMP/Fase.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis