terça-feira, 28 de novembro de 2017

Congresso Nacional de Administração debate inovação na FMP/Fase


Criado na UFF em Volta Redonda, o  Congresso Nacional de Administração, Sociedade e Inovação (CASI) chega à décima edição, nos dias 30 de novembro e 1 de dezembro, na FMP/Fase, em Petrópolis. Os participantes terão acesso a oficinas, minicursos, sessões científicas e painéis sobre administração pública, gestão da tecnologia e inovação, economia das organizações e sustentabilidade, ensino e pesquisa em administração e contabilidade, relações de trabalho, desenvolvimento econômico regional; institucionalismo, diversidade e poder. 

"Tivemos mais de 700 trabalhos submetidos e aproximadamente 400 trabalhos aprovados. A relação entre submissão e aprovação dá a perfeita ideia do rigor que o congresso exige para seus trabalhos, que valem da graduação até pós-graduação. O número de participantes se aproxima de 600 pessoas ao longo dos dois dias, um número fantástico e que enfatiza a representatividade do evento", diz Humberto Medrado, professor de Administração e RH da FMP/Fase.

Estarão presentes pesquisadores de diversos estados do país, como Minas Gerais e Santa Catarina, com linhas de pesquisa que incluem, segundo o professor Levi Pereira, administração de operações produtivas e serviços, administração estratégica e marketing, comportamento humano nas organizações, entre outros. "Alguns trabalhos envolvem também a multidisciplinaridade dos cursos da FMP/Fase, como Psicologia, Administração e Recursos Humanos", frisa Humberto Medrado, que apresentará no CASI a "Análise dos papéis gerenciais no âmbito corporativo. A importância do gestor no contexto organizacional", ao lado de José Valentin Iglesias Pascual. 

Outros professores da FMP/Fase terão trabalhos apresentados no CASI. "O trabalho feminino e a dignidade humana na indústria de confecção petropolitana" é assinado pela professora Luciene Baptista, com Juliana de Oliveira Ferreira, Aline Lemos, Lorraine Cristina e Lucas de Andrade. Já Rodrigo Lopes mostrará "A gestão do conhecimento em um pequeno negócio de tecnologia educacional: o caso Pauta Online", com Ana Cristina de Oliveira Antônio. Também há trabalhos de alunos egressos da faculdade.

"Por ser um encontro nacional, o CASI representa um dos eventos mais respeitados do Brasil, sendo recomendado, inclusive, por cursos de mestrado e doutorado. A importância também se dá pelo estímulo à pesquisa aos nossos alunos, à cidade como um todo e faz parte de um projeto do nosso curso de Administração, dentro do conceito do projeto Petrópolis Cidade Universitária. Todo esse clima poderá ser sentido por nossos alunos, visto que atuarão como monitores em sessões temáticas, e por nossos professores, avaliadores de trabalho apresentados no quesito pôster", completa Humberto Medrado.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis