sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Atendimento ao cliente


Os interessados em adquirir e aprimorar conhecimentos e técnicas que permitam ter qualidade e excelência no atendimento ao cliente, em qualquer setor profissional, devem estar atentos, pois a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para a segunda turma do curso de extensão em Qualidade no Atendimento ao Cliente. As aulas estão previstas para os dias 10, 12, 17 e 19 de abril, das 19h às 21h, no campus da faculdade. Outras informações e as inscrições, que devem ser realizadas até o dia 06/04, estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

Técnicas de Vendas


A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para a segunda turma do curso de extensão em Técnicas de Vendas. As aulas estão previstas para os dias 08 e 10 de maio, das 19h às 21h, no campus da faculdade. As inscrições, que devem ser feitas até o dia 07 de maio, e outras informações estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

Workshop gratuito sobre Nutrição Esportiva e Estética na Fase


No próximo dia 22 de março, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) vai promover um workshop gratuito sobre Nutrição Esportiva e Estética, com objetivo de proporcionar atualização em periodização nutricional no esporte e estratégias para o crescimento profissional.

A abertura do evento será realizada pela professora Cíntia Azara, coordenadora da Pós-graduação em Nutrição Esportiva e Estética da FMP/Fase, seguida de duas palestras. O tema “Periodização Nutricional no Esporte” será abordado por Valentim Magalhães, nutricionista com foco em Nutrição Esportiva e Emagrecimento, mestre em Ciências da Saúde pela Fiocruz/RJ. Já o tema “Atitudes que Inspiram” será ministrado por Murilo Guerra, licenciado em Educação Física, especialista em Gestão de Pessoas e fundador e diretor executivo da Academia Aeróbica de Petrópolis.

O evento, gratuito e aberto ao público, será realizado às 18h30, na Sala Arthur de Sá Earp Neto. Outras informações e as inscrições, que devem ser realizadas até o dia 21/03, estão disponíveis no site: http://www.fmpfase.edu.br/curso/2018_Evento/0318NutricaoEsportivaEstetica2018/.

Fase oferece Curso de Extensão em Técnicas de Vendas


Com o objetivo de ampliar os conhecimentos e as estratégias de vendas, para torná-las mais competitivas e obter melhores resultados, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para a segunda turma do curso de extensão em Técnicas de Vendas.

“O curso pretende melhorar a performance de vendas da equipe através da capacitação e de um trabalho de desenvolvimento comportamental, gerando resultados na força de vendas”, destaca a consultora Ângela França Pedrinho, responsável pelo curso de extensão da FMP/Fase.

As aulas estão previstas para os dias 08 e 10 de maio, das 19h às 21h, no campus da faculdade. Na programação do curso estão temas como Perfil do vendedor, O que, como e para quem vendemos?, Conhecendo as necessidades do cliente: relacionamento – fidelização e atendimento diferenciado, Preço x valor, Etapas e objeções da venda, entre outros. As inscrições, que devem ser feitas até o dia 07 de maio, e outras informações estão disponíveis no site: http://www.fmpfase.edu.br/curso/20173_Curso/7917TecnicasDeVenda2018/.

Workshop gratuito


A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) vai promover um workshop gratuito sobre Nutrição Esportiva e Estética, com objetivo de proporcionar atualização em periodização nutricional no esporte e estratégias para o crescimento profissional. O evento será realizado no dia 22 de março, às 18h30, no Auditório da faculdade. Outras informações estão disponíveis no site: http://www.fmpfase.edu.br/curso/2018_Evento/0318NutricaoEsportivaEstetica2018/.

Qualidade no Atendimento ao Cliente é tema de curso na Fase


Sem dúvidas, um bom atendimento faz toda diferença para os clientes, não é verdade? Quem nunca saiu satisfeito de uma loja, restaurante ou salão de beleza e elogiou o local? É verdade que o contrário também ocorre, gerando vários comentários nas redes sociais quando uma pessoa se sente lesada por um atendente. Para garantir o sucesso nos negócios é melhor estar atento às técnicas de abordagem e oferecer uma experiência diferenciada de atendimento.

Por isso, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) lançou a segunda turma do curso de extensão em Qualidade no Atendimento ao Cliente, voltado para aqueles que têm interesse em adquirir e aprimorar conhecimentos e técnicas nessa área. As aulas estão previstas para os dias 10, 12, 17 e 19 de abril, das 19h às 21h, no campus da faculdade.

“O novo perfil dos clientes e suas exigências mostram que cada vez mais as empresas precisam investir em treinamento de capacitação para manter os seus clientes e conquistar novos, visando sempre alcançar a excelência na qualidade no atendimento”, explica Ângela França Pedrinho, consultora e coordenadora do curso de extensão da FMP/Fase.  

Outras informações e as inscrições, que devem ser realizadas até o dia 06/04, estão disponíveis no site: http://www.fmpfase.edu.br/curso/20173_Curso/7817QualidadeNoAtendimento2018/.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Fase aposta em atividades acolhedoras para receber os novos alunos


A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) recebeu, nesta semana, os novos alunos dos cursos de Administração, Recursos Humanos, Nutrição, Enfermagem – Licenciatura e Bacharelado –, Odontologia, Radiologia e Psicologia. A programação, que contou com diversas atividades integradoras, realizadas nos dias 19 e 20, foi planejada pelo Núcleo Pedagógico e pelos Diretórios Acadêmicos da instituição.

As atividades foram elaboradas com o intuito de promover entre os novos alunos a qualidade de vida universitária, a integração e a consciência social, preparando-os para esse novo contexto, como explica a psicopedagoga da instituição, Ana Helena Tibiriçá. “A ideia é que eles possam se conhecer, trocar conhecimentos e pensar um pouquinho já nessa identidade universitária. É aí que a gente pensa muito na questão da excelência do ensino e do compromisso com a sociedade. O acolhimento é fundamental para que eles possam se entender, se acolherem, se integrarem, para poderem fazer um trabalho multidisciplinar, porque o nosso objetivo é que eles trabalhem todos juntos, no cuidado com o paciente e ao cidadão.”

Foram dois dias de acolhimento, onde os novos estudantes puderam se familiarizar com o campus, participar de rodas de conversa sobre “Racismo”, “LGBT” e “Feminismo”, e apresentações de trabalhos. Além de uma oficina sobre acessibilidade, onde os alunos sentiram na pele as dificuldades vividas por quem possui algum tipo de deficiência. Eles também tiveram a oportunidade de conhecer os projetos “Cia do Riso” (grupo formado por acadêmicos da faculdade que se fantasiam de palhaços a fim de entreter crianças e adultos em ambientes hospitalares e clínicos) e o “Dança Gera Saúde” (também formado por estudantes da instituição, que promovem a qualidade de vida através da dança).

“É muito importante sempre acolher os ingressantes de todas as formas possíveis para mostrar o quão grandiosa é a nossa faculdade, as nossas estruturas, para mostrar o desenvolvimento do núcleo pedagógico que atua aqui. E nós alunos temos a função principalmente de dar a cara à faculdade, fazer com que ela continue sendo 5 estrelas e mostrar para os que estão vindo o quão grandiosos eles podem se tornar no futuro”, conta o aluno do 3º período de Administração, Juan Garcia, que também é membro do Diretório Acadêmico e do grupo de desportos do curso.

Apostando nesse acolhimento diferenciado, a FMP/Fase reforça um dos seus valores: o de respeito à vida e à pessoa, proibindo qualquer tipo de ação que possa inibir, humilhar ou expor os membros da instituição, sejam alunos, professores ou funcionários. No ano passado, a faculdade intensificou o seu posicionamento instituindo a Resolução 06 que tipifica a prática de trote estudantil e prevê sanções aqueles que participarem de forma ativa ou passiva. 

“Eu esperava uma recepção, mas eles fizeram muito mais do que eu esperava. Eu já sabia que não era permitido trote, então eu sabia que fariam alguma coisa para mostrar a faculdade para todo mundo. Para mim, foi ótimo, porque foram oferecidas diversas atividades que em outros lugares geralmente a gente não tem”, ressalta a ingressante de Psicologia, Mina Moon.

Este ano, a FMP/Fase continua as suas comemorações, celebrando os 20 anos da Fase (Faculdade Arthur Sá Earp Neto) e de seus cursos de Administração e Nutrição, os primeiros a serem lançados. “A gente está fazendo a entrega esse ano para ingressantes e veteranos de muitas coisas novas no campus. É um prédio novo com toda uma parte dedicada à qualidade de vida. Nós pretendemos trazer os nossos alunos para o campus, tornando-o tão agradável que eles queiram passar o dia aqui. Receber novos alunos é sempre uma novidade. Eles vêm com expectativas e sonhos, renovando em toda a equipe aquela vontade de se empenhar mais pela educação desses jovens”, conta a Supervisora Geral da FMP/Fase, Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves.

A FMP/Fase está com inscrições abertas até o dia 09/03, para ingresso com a nota do Enem de 2016 ou 2017, para todos os seus cursos – exceto Medicina. Mais informações devem ser obtidas no site da instituição: www.fmpfase.edu.br

Apresentação lúdica sobre extensão e projetos da instituição com o coordenador, Ricardo Tammela e as participantes do grupo Cia do Riso.
 
Supervisora Geral da FMP/Fase, Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves ao centro; Ao seu lado, o diretor da FMP, Paulo Cesar Guimarães. No canto esquerdo, o coordenador de projetos e extensão, Ricardo Tammela, e no canto direito, a coordenadora de pesquisa e pós-graduação, Ana Maria Rodrigues.


Apresentação da direção.



Atividade com o grupo Dança Gera Saúde.

 
Atividade sobre acessibilidade onde os alunos vivenciaram as dificuldades de quem possui algum tipo de deficiência.

Atividade sobre acessibilidade onde os alunos vivenciaram as dificuldades de quem possui algum tipo de deficiência.
 
Atividade com o grupo Cia do Riso.

Apresentação da direção e das coordenações aos alunos de Recursos Humanos e Administração.
 
Apresentação do Núcleo Pedagógico para os alunos de Recursos Humanos e Administração.

Atividade integradora proposta pelo Núcleo Pedagógico aos alunos de Recursos Humanos e Administração.
 

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Residência Médica em Neonatologia


A FMP/Fase está com inscrições abertas para o Programa de Residência Médica em Neonatologia, em Termo Aditivo ao Processo de Seleção de Candidatos às Vagas do Programa de Pós-Graduação na Modalidade de Residência Médica para o período letivo de 2018. A oferta do concurso é para preencher duas vagas. As inscrições irão somente até dia 22/02. Mais informações no site: www.fmpfase.edu.br.

Fundamentos da Clínica Psicanalítica

O novo curso de extensão em Fundamentos da Clínica Psicanalítica da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) pretende provocar a reflexão sobre os fundamentos da clínica psicanalítica freudiana à luz dos textos principais relacionados à técnica. As aulas estão previstas para os dias 03, 10, 24 e 31 de março e 07 de abril de 2018 (sábados), das 14h às 17h, no campus da faculdade. Outras informações e as inscrições, que devem ser feitas até o dia 01 de março, estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

Fase oferece curso em Fundamentos da Clínica Psicanalítica


O novo curso de extensão em Fundamentos da Clínica Psicanalítica da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) pretende provocar a reflexão sobre os fundamentos da clínica psicanalítica freudiana à luz dos textos principais relacionados à técnica.

Voltado para alunos dos cursos de Educação Física, Enfermagem, Medicina, Psicologia e áreas afins, o curso será coordenado por Jeferson José Moebus Retondar, formado em Ciências Sociais e em Psicanálise. Atua como coordenador do Laboratório do Imaginário e das Representações Sociais sobre as Práticas Corporais e Lúdicas (LISACEL/UERJ).

No total, são 16 horas de curso. A programação aborda temas como o Tratamento psíquico (tratamento anímico) (1890), O método psicanalítico freudiano (1904), Psicanálise “Selvagem” (1910) e Recomendações aos médicos para o tratamento psicanalítico (1912), entre outros.

As aulas estão previstas para os dias 03, 10, 24 e 31 de março e 07 de abril de 2018 (sábados), das 14h às 17h, no campus da faculdade. Outras informações e as inscrições, que devem ser feitas até o dia 01 de março, estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

FMP/Fase realiza semana de Capacitação Docente com foco na qualidade de vida dos professores


Ao longo desta semana, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) realizou as atividades de Capacitação de Professores, como parte do Programa de Desenvolvimento Docente, promovido pelo Núcleo Pedagógico. Este ano, o foco das oficinas realizadas foi na qualidade de vida do professor.

“O nosso trabalho de capacitação docente começou em 2009, algo muito inovador na área de educação, pois não é comum ver no Ensino Superior a experiência de qualificação coletiva de seus docentes como um processo estruturado e pensado. O fato de conseguir agregar os professores de todos os cursos torna rica a discussão e a troca de experiências profissionais e pessoais, porque o docente percebe que o seu estresse, a sua angústia e as suas dificuldades são comuns aos outros também”, explica Maria Thereza de Sá Earp, pedagoga da FMP/Fase, responsável pelo Programa de Desenvolvimento Docente.

O tema abordado esse ano está totalmente relacionado aos desafios que os docentes enfrentam para se adequar à velocidade que os canais de informação e de acesso ao conhecimento oferecem como ferramentas para aprendizagem. Neste contexto, ao perceber as constantes mudanças na área tecnológica, a FMP/Fase investe na capacitação do seu corpo docente para que o modelo adotado em sala de aula possa garantir a formação de excelência dos seus alunos, além de prezar pela qualidade de vida dos seus colaboradores. 

“O mundo vive em constante transformação e a todo momento surgem novas informações, pesquisas, artigos e uma gama de conhecimentos sendo oferecida de maneira muito rápida, em um curto espaço de tempo. Como educadores, precisamos discutir as questões éticas, de valor e até mesmo de vida. Precisamos repensar nossos objetivos e práticas pedagógicas, de modo a prover aos nossos estudantes os meios cognitivos e instrumentais de compreender e lidar com as demandas postas por esta realidade. Nesse sentido, o professor passa a ser o mediador das informações na construção do conhecimento e precisa saber como gerenciar seu tempo livre, para que tenha acesso a momentos de lazer e não fique à mercê da velocidade das informações”, salienta Maria Thereza de Sá Earp.

O portfólio de oficinas abordou diversos temas como saúde mental, mindfulness – exercícios de atenção –, criatividade, saúde vocal e yoga, além de dicas para melhorar e promover a qualidade de vida do professor. No total, 159 docentes participaram das atividades e puderam refletir sobre a qualidade de vida no trabalho e questões relacionadas à autoestima.

“A parte da fonoaudiologia e da yoga trouxe um grande conhecimento em relação à nossa qualidade de vida como docente. Todo ano existe essa preocupação dentro da instituição e penso ser muito positivo esse pensamento, sempre com novas ideias para nos ajudar a discutir sobre os desafios que enfrentamos no nosso dia a dia”, destaca Alexandre Kuster, professor de Radiologia da FMP/Fase.

Nesse início de ano, a FMP/Fase passou a contar com mais vinte professores no seu quadro de docentes. São doutores, mestres e especialistas que vão atuar na instituição promovendo a construção do conhecimento dos alunos e partilhando a experiência profissional do mercado de trabalho. Para recebe-los foi realizada uma atividade especial de acolhimento, com tour pelo campus, incluindo o novo prédio em construção, um lanche integrador, além de orientações sobre alguns processos administrativos.
 
"Falar sobre educação sempre foi um desafio, sobretudo neste período de quebra de paradigmas, mudanças de conceitos, pois saímos de uma tradição muito piramidal com a inserção da internet, por exemplo, que mudou de forma significativa todas as relações. A gente vê tanto na questão das redes sociais a forma do aluno se comportar em sala de aula. Isso reflete no processo educacional, porque o professor hoje não é mais aquele que vem ensinar um conteúdo. Basta o aluno pegar o seu smartphone, porque no google ele pode ter acesso ao que teoricamente se imaginava o que era educação. Sem sombra de dúvida é um processo muito interessante pensar a educação no século XXI. Dar esse enfoque na saúde mental do professor, para que possamos pensar nas estratégias que vamos adotar em relação a esse novo aluno do século XXI é realmente essencial, pois nos instrumentaliza a melhorar o processo da educação e tentar de alguma forma superar cada desafio que acontece dentro e fora da sala de aula", frisa Diogo Fagundes, professor de Psicologia da FMP/Fase.

Oficina de Criatividade, Voz e Yoga.

Oficina de Criatividade, Voz e Yoga.

Oficina de Moodle. - Nova plataforma online para professores e alunos da FMP/Fase.

Oficina de Mindfulness. - Exercícios de atenção.

Socialização Docente.


Socialização Docente.
 

Fase oferece Especialização em Nutrição Esportiva e Estética

A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o curso de Especialização em Nutrição Esportiva e Estética. As aulas, que estão previstas para ter início em abril deste ano, pretendem capacitar os profissionais para que possam atuar na prática esportiva com conhecimentos atualizados e adequados às demandas do mercado.
 
Nutricionistas, fisioterapeutas e educadores físicos terão acesso ao vasto conteúdo programático do curso, que conta com duração de 24 meses e aulas quinzenais aos sábados. Os profissionais serão titulados com experiência acadêmica e prática, com acompanhamento de pacientes e supervisão de professores atuantes na área, além de atividades complementares com estágios em academias, programas de pesquisa, entre outros.
 
A Coordenadora do curso de Especialização da Fase é a professora Cíntia Ramos Pereira Azara, mestre em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, que possui vasta experiência na área de Nutrição. Os temas: Treinamento e condicionamento físico, Suplementação nutricional, Nutrição aplicada à Estética, Coaching, entre outros, fazem parte do conteúdo programático. A programação completa e outras informações sobre o curso, além das inscrições, estão disponíveis no site da faculdade: www.fmpfase.edu.br.

 

 

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes


Na tarde de ontem (08), os funcionários da FMP/Fase tiveram um compromisso especial: com a sua própria segurança! Isso mesmo! É que a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) da instituição organizou um bate-papo entre eles e a enfermeira Simone dos Passos sobre “Orientações e Práticas – Promoção e Prevenção a Acidentes de Trabalho”. Os funcionários dos departamentos de manutenção, limpeza, obras e jardinagem, receberam orientações sobre a importância do uso do EPI (Equipamentos de Proteção Individual) na prevenção de possíveis acidentes ou doenças ocupacionais.
 

1º Meeting de Direito Médico

O 1º Meeting de Direito Médico, que aconteceu nos dias 02 e 03 deste mês em Manaus, contou com a presença do médico e professor da FMP/Fase, Régis Vieira. Ele foi convidado a apresentar a Cochrane e o papel do Centro Afiliado Cochrane Rio de Janeiro, que tem sede na FMP/Fase e é coordenado pelo médico Luís Eduardo Fontes. Outro assunto abordado no evento foi o Slow Medicine, apresentado pelo coordenador do movimento no Brasil, o médico José Carlos Campos. 
 
Na foto, o médico e professor da FMP/Fase, Régis Vieira à direita, acompanhado da advogada e organizadora do evento, Nirvana Fonseca, e do coordenador do movimento Slow Medicine Brasil, José Carlos Campos. 
 

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Especialização em Nutrição


A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o curso de pós-graduação lato sensu em Nutrição Esportiva e Estética. As aulas, que estão previstas para ter início em abril deste ano, pretendem capacitar os profissionais para que atuem na prática esportiva com conhecimentos atualizados e adequados às demandas do mercado. Outras informações e as inscrições estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

FMP/Fase abre vagas para quem quer usar nota do Enem


A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para ingresso através da utilização das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 ou de 2017, sem necessidade do vestibular.

Os interessados podem escolher entre os cursos de Administração, Enfermagem, Licenciatura em Enfermagem, Gestão Pública, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Radiologia e Recursos Humanos.

“Os candidatos, com média igual ou superior a 50% do valor da nota máxima atribuível, serão classificados, por curso de opção, segundo a ordem decrescente da média aritmética de suas notas da prova objetiva e da redação. Em caso de empate, valerá a ordem da nota de redação e, finalmente, a da idade”, explica o coordenador de Projetos e Extensão da FMP/Fase, Ricardo Tammela.

A inscrição deve ser feita até 9 de março. Somente poderão se matricular os candidatos que tiverem concluído o ensino médio e apresentarem toda a documentação pedida, no dia da matrícula.

A Faculdade Arthur Sá Earp Neto foi criada em 1998, em Petrópolis, e vem investindo em pesquisas e em cenários de prática profissional, tendo parcerias com instituições como Fiocruz, LNCC, Inmetro e Universidade de Pittsburgh (EUA). A FMP/Fase foi avaliada pelo MEC com o conceito máximo institucional, nota 5. Com obras de ampliação, o campus é cercado pelo verde da Mata Atlântica. Os interessados em conhecer a faculdade podem consultar o site www.fmpfase.edu.br.

 

Novo ambiente virtual


O Ensino a Distância vem crescendo e a FMP/Fase está acompanhando! Na Capacitação Docente deste ano um assunto vem como novidade a fim de reformular e melhorar cada vez mais o ensino: o Moodle. Uma plataforma de aprendizagem virtual a distância baseada em software livre que será o novo ambiente online da instituição para alunos e professores. A nova ferramenta oferecerá aos docentes instrumentos de avaliação, como elaboração de tarefas a serem realizadas online com correção instantânea, armazenamento de material de aula e de apoio, envio de e-mail aos alunos, além das possibilidades de interatividade através de fóruns e chats.

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Fase oferece nove cursos de pós-graduação e atualização

A qualificação profissional é um diferencial no mercado de trabalho. Muitas pessoas buscam um curso de pós-graduação ou atualização para ficarem antenadas com as novidades da área em que atuam. Este ano, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) vai oferecer nove cursos de pós-graduação e atualização nas áreas de saúde e negócios. Dentre eles, dois novos se destacam pela contínua procura por pessoas qualificadas para atuar no mercado de trabalho, tanto nos grandes centros urbanos quanto no interior do estado do Rio de Janeiro, com aulas previstas para abril.

Em fevereiro, terão início as aulas da Especialização em Psicologia Clínica com ênfase nas Perspectivas Breves, apresentando um novo conceito de atendimento terapêutico que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado; Atualização em Endodontia – Tratamento de Molares, que pretende capacitar o aluno a realizar um tratamento endodôntico de excelência em dentes molares; e a Especialização em Alergia e Imunologia Clínica, que capacita o médico a diagnosticar e tratar as patologias imunoalérgicas. Esse curso é realizado na Policlínica Geral do Rio de Janeiro.
Os dois novos cursos que estão em destaque, com aulas previstas para início em abril de 2018, são: Gastronomia: técnicas empreendedoras em alimentação, que tem o objetivo de  capacitar profissionais que visam atuar associando a arte da gastronomia com a nutrição, aplicando tais conhecimentos na área de produção de refeições, nutrição clínica ou no desenvolvimento do próprio negócio; e a Especialização em Gestão de Projetos, que vai oferecer capacitação na gestão profissional de projetos privados ou públicos, com ou sem fins lucrativos, independentes do setor empresarial.
Já em abril, começam as aulas da Especialização em Implantodontia, o curso conta com o apoio da ABO-Petrópolis e visa capacitar cirurgiões dentistas a planejar, interpretar artigos da área, realizar a cirurgia de implante, prótese sobre implante e cirurgias avançadas; A Especialização em Ortodontia, que tem o objetivo de capacitar cirurgiões dentistas, qualificando-os para o diagnóstico das más oclusões, a identificação dos fatores etiológicos e o estabelecimento de protocolos terapêuticos, baseados em evidências científicas, para a prevenção, a interceptação e o tratamento das desarmonias dento-alveolares e esqueléticas. Esse curso ocorre na FMP/Fase e na Associação Brasileira de Odontologia – ABO/Petrópolis; e a Especialização em Nutrição Esportiva e Estética, que está com inscrições abertas para a 3ª turma e oferece capacitação para que os profissionais possam atuar na prática esportiva com conhecimentos atualizados e adequados às demandas do mercado.

Em julho, terão início as aulas da Especialização em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial, com inscrições abertas para a 13ª turma. O curso visa formar especialistas voltados para o diagnóstico e tratamento das condições dolorosas e/ou não funcionais que acometam as articulações temporomandibulares e/ou a musculatura mastigatória, bem como das demais condições dolorosas envolvendo as regiões oral e facial.
 
As inscrições, política de descontos e outras informações sobre os cursos de pós-graduação e atualização da FMP/Fase podem ser obtidas no site  www.fmpfase.edu.br ou pelo tel.: (24) 2244-6468.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

No bloco da saúde mental


Sônia Paiva
Professora de Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria da FMP/Fase

O início do ano serve como convite à reflexão sobre nossa saúde mental e o quanto negligenciamos o próprio bem-estar, na batalha diária pela sobrevivência. Com tantas notícias sobre violência, nos bairros e no trânsito, e novos casos de febre amarela, parece bobagem falar de problemas pessoais. Mas, se pararmos para pensar, veremos que, quando a cabeça não vai bem, tudo tende a ficar mais difícil.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) definiu, em 1948, saúde como completo bem-estar físico, mental e social e não somente a ausência de doença. Apesar de parecer um conceito utópico, nos dias atuais constatamos a falta de saúde por termos talvez negligenciado este conceito, dando durante muitos anos ênfase às doenças do corpo. Na ótica da doença, o campo da psiquiatria por muitos anos se limitou às patologias, isolando para tratamento, surgindo os manicômios, onde o isolamento, a exclusão social e alienação perpetuaram por muitos anos.

No início da década de 90, com a Declaração de Caracas, marco dos processos de reforma da assistência em Saúde Mental nas Américas, vinculou-se a atenção psiquiátrica à atenção primária em saúde. No Brasil, em 1992 foram normatizadas as ações de saúde mental, definindo as normas para o atendimento ambulatorial e hospitalar.

A Lei 10.216/01, marco legal da Reforma Psiquiátrica Brasileira, garante à população assistência integral nos serviços públicos de saúde sem qualquer tipo de exclusão. No vácuo de propostas concretas de bases territoriais, somente em 2002 se estabelece a construção de novos serviços públicos de saúde mental, elegendo os Centros de Atenção Psicossociais (Caps) como o dispositivo para atendimento às pessoas em sofrimento psíquico, tendo ainda como atribuições as ações de prevenção e promoção em saúde mental.

Falar sobre saúde mental é prevenir o surgimento de doenças mentais, minimizar o  sofrimento humano, dentre eles o dano causado pelo preconceito e exclusão. É preciso debater o assunto, ouvir com atenção os pacientes, e especialistas e ter gestores comprometidos com a causa. Só assim poderemos definir onde nossos serviços públicos de saúde estão falhando. Defender o que pode ser melhorado, além do maior acesso da população a serviços de qualidade, é um dever de todos: cidadãos, profissionais de saúde e gestores. Só assim estaremos contribuindo efetivamente para um Sistema de Saúde equânime, integral e universal.

Infelizmente, ainda é cruel a realidade vivida pela saúde mental. A OMS estima que até 2020 75% da população brasileira sofrerá algum tipo de transtorno mental. Os serviços estão ameaçados por conta de falta de equipamentos, com profissionais tendo sobrecarga de trabalho por conta do déficit de dimensionamento. Aumenta a cada dia a demanda de usuários que necessitam de atendimento. Falta de insumos e medicamentos afetam não somente os pacientes, mas todos os profissionais comprometidos com a melhoria da qualidade de vida da população. A falta de repasse de recursos e a atual gestão do Ministério da Saúde tem abalado severamente o futuro da assistência de saúde mental. É preciso não se conformar, dizer não à exclusão e gritar, manicômios nunca mais!    

Como o carnaval está chegando, vale prestar atenção ao recado de um bloco carnavalesco original: o Tá Pirando, Pirado, Pirou! O bloco foi fundado em dezembro de 2004, no Instituto Municipal Philippe Pinel com base na premissa de um folião: “Não vamos fazer carnaval só para quem está aqui dentro, e já pirou, vamos para rua brincar com quem tá pirando...Tá pirado, pirou!”.

O décimo quarto desfile do grupo, no dia 4, na Urca, no Rio, lembrará que, em 2017, comemoramos 30 anos do Movimento Nacional da Luta Antimanicomial. Defenderá a reforma psiquiátrica e o SUS dos ataques que sofre, bem como os Centros de Atenção Psicossocial (Caps). Vale registrar que, por falta de recursos, há Caps ameaçados de fechamento.

“Nenhum passo atrás, nenhum serviço de saúde a menos, manicômio nunca mais! Que a força da imaginação de Dona Ivone Lara esteja conosco e nos inspire nesta luta”, diz o manifesto do bloco, cujo enredo será “Foram me chamar! Eu estou aqui, na luta, na lida, no samba. Salve Dona Ivone Lara!” Para quem não sabe, a primeira-dama do samba, de 96 anos, se formou enfermeira, pela Faculdade de Enfermagem do Rio de Janeiro, atual Unirio, e depois em assistente social, com especialização em terapia ocupacional, atuando na saúde mental.

Durante 38 anos, ela trabalhou no antigo Centro Psiquiátrico Pedro II até se aposentar, em 1977. Em 2011 foi homenageada na Assembleia Legislativa como madrinha da Enfermagem, contando com a participação do Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro (Coren-RJ). Na ocasião, relembrou que, na década de 40, a Enfermagem abandonou a unidade em sinal de protesto contra as condições de trabalho e os salários, mas que percebeu que os únicos prejudicados seriam os doentes. Assim retornaram ao trabalho, foram punidos e tiveram descontados os dias que ficaram parados. Dona Ivone integrou a equipe de monitores da Dra. Nise da Silveira. Promovia oficinas de música e buscava localizar familiares dos internos para tentar restabelecer laços familiares.

Sem dúvida, é uma merecedora de tantas homenagens e um bom exemplo para os futuros profissionais. Diversas instituições de ensino de Enfermagem a têm como musa inspiradora. Na Faculdade de Enfermagem Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase), em Petrópolis, formamos enfermeiros comprometidos com a saúde mental, despertando nos alunos a visão crítica e construtiva para atuarem com criatividade desde a prevenção até a reabilitação, livres de exclusão, pautados na ética, conhecimento científico e solidariedade. Os alunos também desenvolvem ações de promoção em saúde nas escolas. Podemos dizer que estamos aqui na luta e que somos pirados pela saúde mental!   

 

Residência em Enfermagem Obstétrica vai reforçar Rede Cegonha


A partir de 1 de março, o sistema de saúde de Petrópolis ganhará o reforço de mais dois profissionais dedicados ao parto seguro, reforçando a Rede Cegonha. É que a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) abriu inscrições para a Residência em Enfermagem Obstétrica, com prova agendada para 25 de fevereiro. A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde que busca um novo modelo de cuidado com a saúde da mulher e da criança, com foco na atenção ao parto e ao desenvolvimento do recém-nascido até este completar dois anos.

"A residência torna-se relevante pela escassez de enfermeiros especializados no município e pela possibilidade de melhoria do atendimento ao nascimento, considerando que o enfermeiro especializado em obstetrícia é um profissional competente para auxiliar no cumprimento dos objetivos da Rede Cegonha. A residência também contribuirá como facilitadora ao acesso de enfermeiros petropolitanos à especialização na área", diz a coordenadora do Programa de Residência em Enfermagem Obstétrica da FMP/Fase, a enfermeira Leila Schmidt Bechtlufft.

Segundo Leila, os egressos do curso de graduação em Enfermagem que desejam aprofundar os conhecimentos em especializações são obrigados a buscar a formação em outro município. "Isso pode inviabilizar a especialização para alguns, já que a mudança de domicílio muitas das vezes não é possível. E também pode afastar os profissionais da cidade, considerando que acabam por consolidar vínculos nos locais onde se especializam", explica a coordenadora.

A professora da FMP/Fase ressalta que a atuação dos enfermeiros na assistência pré-natal em Petrópolis é marcante, oferecendo assistência à gestante em todas as Unidades Básicas de Saúde, independentemente da presença do profissional médico na equipe, conforme comprovou pesquisa do PET-Saúde III (Ministérios da Saúde e Educação) citada por ela.

"A única maternidade que atende usuárias do Sistema Único de Saúde está no Hospital de Ensino Alcides Carneiro. Em novembro de 2015, a região serrana recebeu recursos financeiros para qualificar para a Rede Cegonha os serviços das maternidades de Nova Friburgo e do Alcides. Como consequência, foi implantado o acolhimento e classificação de risco na maternidade do hospital em março de 2016. Foram contratadas cinco enfermeiras obstétricas de fora, porque Petrópolis não dispunha de profissionais qualificados para o serviço", conta Leila.

Professor da FMP/Fase e coordenador do programa Rede Cegonha, em Petrópolis, Vander Guimarães lista outras vantagens que a abertura de vagas na Residência em Enfermagem Obstétrica trará para a Rede Cegonha, em Petrópolis e cidades vizinhas:

"Em 2017 foram realizados cerca de 3.500 partos de pacientes vinculadas ao SUS, em Petrópolis, através da maternidade do Alcides Carneiro. Embora seja um número expressivo, a cidade e a região carecem de uma cobertura mais ampliada de assistência ao pré-natal, bem como uma maior quantidade de leitos obstétricos para atender a esta demanda, que cresce anualmente. Qualificar profissionais que possam dar suporte à Rede, com melhor formação e que estejam capacitados para um acolhimento adequado, é investir na saúde das nossas futuras mamães e, por consequência, das nossas crianças”.

De acordo com o médico, além de poder ter mais profissionais na área de Enfermagem Obstétrica em uma região carente da especialidade, a residência proporcionará maior qualificação técnica dos profissionais, possibilidade de assistência multiprofissional para as gestantes e parturientes, em sintonia com as políticas públicas de Saúde da Mulher preconizados pelo Ministério da Saúde e com o cumprimento das normativas preconizadas pela Rede Cegonha na assistência materno-infantil.

"Uma das premissas da Rede Cegonha é oferecer às gestantes um pré-natal adequado e uma assistência ao parto de forma humanizada e segura. A capacitação proposta pela FMP/Fase contribuirá para trazer à cidade e região um profissional mais preparado para enfrentar esses desafios e com uma formação mais sólida para lidar com a saúde materno-infantil", ressalta Vander Guimarães.