quarta-feira, 28 de março de 2018

Centro de Imagens do Hospital de Ensino Alcides Carneiro registra aumento nos atendimentos


 
O Centro de Imagens do Hospital de Ensino Alcides Carneiro, inaugurado no ano passado, registrou um aumento de 80% no número de atendimentos, este mês, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. Esse resultado foi possível graças a recursos disponibilizados pela Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) para a implantação de serviços de ressonância magnética na unidade.

Com os investimentos de R$ 1,2 milhão realizados pela faculdade, o Centro de Imagens do hospital conta, hoje, com um tomógrafo e um mamógrafo com capacidade de digitalização dos exames de raios-x e mamografia, e um Sistema de Arquivamento e Comunicação de Imagens para esses e outros exames, como os de tomografia, ultrassonografia e ressonância magnética.

A mudança do sistema analógico para o digital garante a qualidade das imagens dos exames, economia de recursos financeiros e de espaço físico do hospital e rapidez na visualização dos exames e, consequentemente, do diagnóstico médico.

Por conta de sua vocação educacional, a FMP/Fase investe na rede de saúde da cidade e mantém intensa parceria com o maior hospital público do município – o Hospital de Ensino Alcides Carneiro – com o objetivo de oferecer a seus alunos um ensino de excelência, beneficiando a população que usufrui desses serviços.

O Centro de Imagens ganhou, neste mês, um reforço com os novos residentes do Programa de Radiologia e Diagnóstico por Imagem da FMP/Fase, que irão colaborar com os atendimentos realizados pelo setor. Além disso, Petrópolis passou a contar com a atuação de residentes de outras especialidades, nas Unidades de Saúde da Família, no Ambulatório Escola, em Cascatinha, e também no hospital. O grupo é formado por enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e médicos, que atendem às especialidades de Atenção Básica, Obstetrícia e Ginecologia, Enfermagem em Terapia Intensiva, Anestesiologia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Medicina de Família e Comunidade, Neonatologia, e Pediatria.

Avanços na mastologia

Os investimentos realizados no Centro de Imagens pela FMP/Fase também auxiliaram nos atendimentos em mastologia. De acordo com a pesquisa realizada pelo mastologista e professor da FMP/Fase, Carlos Vinícius Pereira Leite, a unidade registrou um aumento de 37% no volume de cirurgias, em 2017.

No ano passado, o médico capacitou 200 médicos e enfermeiros, e 350 agentes comunitários de saúde atuantes em Petrópolis, através do projeto "Capacitação das equipes da Estratégia Saúde da Família - um caminho para implementar a prevenção secundária do câncer de mama", uma parceria da FMP/Fase com o hospital, o governo municipal e a Roche.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis